O CEO da Goldman Sachs contorna as dúvidas sobre Bitcoin, diz que o Blockchain é mais importante


A Goldman Sachs assumiu muitas posições sobre bitcoins e criptomoedas em geral no passado, chegando até a fornecer serviços de negociação para seus clientes mais ricos. No entanto, o CEO David Solomon não parece tão interessado no ativo digital. Em uma entrevista recente em SquawkBox da CNBC, o CEO contorna as perguntas sobre o bitcoin e suas opiniões sobre ele.

CEO da Goldman Sachs não possui Bitcoin

David Solomon conversou com a CNBC, onde o CEO compartilhou seus pensamentos sobre as criptomoedas que estão sacudindo o espaço de investimento. Quando questionado se possuía algum Bitcoin ou Ethereum, Solomon revelou que não possuía nenhum desses aspectos digitais, apesar da Goldman Sachs oferecer aos clientes exposição ao mercado.

Leitura relacionada | Bitcoin Open Interest atinge o segundo maior despejo de 2021

O CEO explicou que o bitcoin não estava realmente em seu radar, nem ele sabia nada sobre o ativo digital. “Minha opinião sobre o bitcoin, por exemplo, é que realmente não sei, mas agora é algo individualmente importante para mim”, explicou o CEO.

Goldman Sachs havia entrado no trem da criptografia em maio, após oferecendo aos investidores acesso a non-deliverable forwards (NDFs). A empresa começou a oferecer NDFs de bitcoin neste momento e, em seguida, adicionou Ethereum em junho para fornecer uma cobertura mais ampla para seus investidores. Mais tarde naquele mês, Goldman Sachs fez parceria com a firma de investimento Galaxy Digital para negociar Bitcoin Futures.

Quando questionado se deseja que os clientes da Goldman Sachs entrem na criptografia, Solomon deu uma resposta óbvia, mas evasiva. Ele explica que quer que os clientes façam o que querem. O CEO acrescentou ainda que alguns clientes da Goldman Sachs já participam do espaço.

Tabela de preços Bitcoin da TradingView.com

BTC  drops to $48K | Source: BTCUSD on TradingView.com

Blockchain é mais importante

Apesar de o CEO não possuir criptomoedas, a tecnologia associada ao espaço não escapou de seu radar. Em vez de bitcoin, o CEO da Goldman Sachs disse que estava bastante interessado no espaço de pagamentos digitais, principalmente em como a tecnologia de blockchain pode ser benéfica para esse espaço.

“Acredito muito na digitalização que está ocorrendo, na interrupção que está ocorrendo, na forma como os serviços financeiros são prestados tanto para indivíduos quanto para instituições”, disse Solomon.

Leitura relacionada | Apesar do Bitcoin vermelho, os sinais na corrente mudam para o verde

Quanto ao alcance, ele acrescentou que se trata de uma mudança massiva e que a Goldman Sachs já está tentando entrar nisso. Além disso, Solomon acrescenta que o bitcoin não é o principal neste cenário. Em vez disso, o foco deve ser em como o blockchain pode ajudar a acelerar a digitalização no setor de serviços financeiros. “Acho que é uma grande oportunidade e estamos entusiasmados com isso”, disse o CEO.

A tecnologia Blockchain já conseguiu penetrar na maioria dos setores, sendo o setor de serviços financeiros o mais óbvio. Megabanks gostam JP Morgan e Morgan Stanley todos se mudaram para expandir suas ofertas aos clientes do espaço.

Featured image from CNBC, chart from TradingView.com



Últimas Notícias

Minha Sacola
Sacola