Stellar implantará contratos inteligentes até o final de 2022? XLM reage com alta


Stellar (XLM) registra um desempenho positivo em 24 horas, à medida que o mercado de criptomoedas em geral se recupera de sua liquidação. No momento desta publicação, a XLM é negociada a US$ 0,20 com um lucro de 4,8% no último dia.

Leitura Relacionada | Stellar Development Foundation lança novo modelo de conta, como os usuários se beneficiarão

Estelar XLM XLMUSDT
Tendências XLM para o lado positivo no gráfico de 4 horas. Fonte: XLMUSDT Tradingview

Em 25 de janeiroº, o vice-presidente de estratégia tecnológica da Stellar Development Foundation (SDF), Tomer Weller, anunciou via Twitter a integração do contrato inteligente nesta rede. Com uma data de implantação provisória definida até o final de 2022, essa adição pode transformar o ecossistema e os casos de uso do XLM.

Como Weller esclareceu, a SDF visa uma “rede de teste com recursos completos” para esse período. No entanto, ele acredita “o ecossistema” mais decide quando lançar recursos de contrato inteligente no Stellar. Weller apresentará um espaço no Twitter hoje às 12:00, horário do Pacífico (PT) para fornecer mais detalhes. Weller disse:

Stellar permite acesso equitativo ao sistema financeiro. DeFi está se tornando uma parte importante desse sistema. DeFi não é novidade para Stellar. Ele tem sido essencial para o protocolo com um DEX integrado desde o início (antes de “DEX” ser popularizado), e a funcionalidade AMM tornou-se disponível em ’21.

O passo lógico desse desenvolvimento é apoiar a introdução de contratos inteligentes, disse Weller, e levar o DeFi no Stellar para “o próximo nível”. Esses recursos podem ajudar a rede e seu ecossistema a cumprir a visão do SDF, diminuindo “a barreira de entrada”.

Além disso, os desenvolvedores que trabalham nessa rede poderão criar produtos com “funcionalidade de confiança minimizada. Mais importante, a Stellar não precisará mais implementar grandes mudanças de protocolo para implantar um produto, dApp ou serviço descentralizado.

Weller também afirmou que o SDF está atualmente analisando linguagens de programação de contratos inteligentes e máquinas virtuais (VMs). Estes podem ser desenvolvidos pelo SDF ou podem usar uma linguagem de programação existente.

Quem se beneficiará mais dos contratos inteligentes na Stellar?

A organização sem fins lucrativos terá três prioridades ao selecionar uma linguagem de programação, como disse Weller: segurança, escalabilidade e acesso equitativo. No momento, o vice-presidente de Estratégia de Tecnologia acredita que não existe um “pronto para uso que se encaixe na conta”.

Nesse sentido, afirmou que estão neste momento a analisar as redes existentes e a “aprender muito” para avaliar os componentes que “funcionam”. O ecossistema Stellar aparentemente terá voz na escolha desse elemento-chave de suas funcionalidades de contrato inteligente. Weller acrescentou:

Para os usuários, DeFi on Stellar significa acesso direto a uma rede global de rampas de entrada e saída. O último jogador a se juntar, MoneyGram, fornecerá conversões cripto->dinheiro em 300.000 (!) locais ao redor do mundo.

Leitura Relacionada | Como a Stellar hospedará o teste piloto CBDC da Ucrânia com o Tascombank

Os usuários são os que mais se beneficiam da potencial integração com contratos inteligentes. O SDF também se propôs a fornecer aos desenvolvedores um “conjunto de ferramentas robusto” para que os dApps na rede sejam seguros. Além disso, a SDF lançará um programa de concessão com o único objetivo de auditar contratos inteligentes.



Últimas Notícias

Minha Sacola
Sacola